NOTÍCIA - Agronegócio

13 de abril de 2017 | MENOR | MAIOR | |

MILHO GANHA ESPAÇO DA SOJA EM MATO GROSSO

MILHO GANHA ESPAÇO DA SOJA EM MATO GROSSO

Na safra 2016/2017 há uma conversão inédita das áreas de soja para o plantio de milho 2ª safra. A mudança é motivada pelas condições climáticas favoráveis, que possibilitaram semear a soja e o milho dentro da janela ideal, diz o supervisor das Pesquisas Agropecuárias do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em Mato Grosso, Elton Fior.

Nesta safra, 47,3% das áreas de soja foram ocupados com milho de 2ª safra, ante a média de 40,2% de conversão na temporada anterior. Até então, o maior índice foi observado em 2013, quando chegou a 41,4% da área de soja convertida em milho. Naquele ano, a safra de milho abriu com preço ruim e vários produtores e a área de soja de 2ª safra foi a maior já registrada e acabou vetada pelo Indea (Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso), afirma Fior.

Neste ciclo agrícola, a produção total de milho alcança 24,571 milhões de toneladas e aumenta 57% em comparação com a safra anterior, quando foram colhidas 15,643 milhões de toneladas do cereal. Números que poderão ser superiores nos próximos levantamentos que o IBGE divulgará, já que atualmente as lavouras de milho estão em fase de desenvolvimento, observa o supervisor estadual. A projeção é de recorde na oferta do cereal este ano.

A série histórica mantida pelo IBGE aponta que o maior volume de milho foi colhido em 2015 (safra 2014/2015), quando alcançou o total de 21,853 milhões de toneladas. Na safra seguinte (2015/2016) houve quebra de produção por causa da seca e o rendimento total das lavouras mato-grossenses de milho não passou de 15,643 milhões de toneladas.

MILHO GANHA ESPAÇO DA SOJA EM MATO GROSSO
Fonte: Querência em Foco com A GAZETA

Comentários

Deixe um comentário sobre esta notícia.