NOTÍCIA - Policial/Acidente

14 de abril de 2017 | MENOR | MAIOR | |

TJ decreta prisão preventiva de pastor acusado de estuprar meninas de 11 e 16 anos

TJ decreta prisão preventiva de pastor acusado de estuprar meninas de 11 e 16 anos

A 11ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) decidiu manter preso o pastor da Igreja Assembleia de Deus dos Milagres, Paulo Roberto Alves, 52 anos, acusado de estuprar uma criança de 11 anos, identificada como A.N.A.S. e uma adolescente de apenas 16 anos, identificada como C.A.S.. A audiência foi realizada às 17h desta quinta-feira (13) e decidiu por converter a prisão em flagrante do pastor em prisão preventiva. Paulo Roberto teria dado R$ 150 para as duas menores, como ‘gratificação’ pelos abusos.

Paulo Roberto Alves ficou também conhecido em 2005, quando alegou ter sido curado de sete cânceres através de uma galinha. Ele nega que tenha praticado os crime e declarou estar sendo vítima de uma armação. 

Não há maiores informações sobre o teor da audiência realizada. Sabe-se, entretanto, que ele foi interrogado e teve decisão desfavorável decretada. O processo contra ele irá tramitar na 14ª Vara Criminal de Cuiabá. Também não fora informado se o réu será conduzido para o Centro de Custódia da Capital (CCC) ou para a Penitenciária Central do Estado.
 
Paulo Roberto, que foi candidato a vice-prefeito por Cuiabá, na chapa de Carlos Brito, em 2012, ganhou notoriedade em todo o país no ano de 2005. Em um testemunho, ele disse que Deus falou com ele por ele por meio de galinhas, usando um galo como intérprete: “Numa madrugada, Deus me levou em um galinheiro, usou uma galinha falando em línguas e um galo interpretando as línguas e me disse: Meu filho Paulo. Estou te curando de câncer agora. Estou te levantando um pregador da minha palavra. Vou te usar como médico no meio dos doentes. Por onde tu passar curarei os enfermos”, cita ele.
 
O pastor ainda relatou: “Teimei com Deus três anos e meio. E como troféu recebi: Câncer no cérebro, bigornia, ouvidos, estomago, garganta, ossos e no sangue. Clamava a Deus e Ele não me respondia. Lembro-me da última vez que viajei a tratamento a São Paulo, e ao retornar junto com o pastor Sebastião Rodrigues de Souza, (presidente da COMADEMAT), meu pastor e meu amigo, eu com a cabeça toda costurada, no momento de aterrissagem, se o avião errou a rota não sei, o certo é que ele sobrevoou bem baixinho por cima do grande templo (na ocasião ainda não inaugurado), e o pastor Sebastião me disse: Olhe lá em baixo, e eu disse estou olhando. O Pastor Sebastião me olhando nos olhos disse-me: O Senhor Jesus vai te curar. O grande Templo será inaugurado e O Senhor Deus levantará alguns obreiros jovens para me auxiliar, creia que você será um deles. Aconteceu”. Clique AQUI para ver o testemunho do pastor.
 
Até alguns anos atrás, o pastor comercializa CD’s, DVD’s, e os Kit Milagres em seu site. Quando foi candidato a vice-prefeito, ele não teve o apoio do Conselho de Política da Assembleia de Deus para participar das eleições, já que não havia solicitado autorização para entrar na disputa eleitoral.
 
O caso
 
O pastor Paulo Roberto Alves, 52 anos, que foi candidato a vice-prefeito por Cuiabá, foi preso na tarde da última quarta-feira (12), no bairro Jardim Itália, em Cuiabá, acusado de estuprar uma criança de 11 anos, identificada como A.N.A.S. e uma adolescente de apenas 16 anos, identificada como C.A.S.. As duas teriam recebido R$ 150 pelo programa. Após avistar uma viatura, o suspeito fugiu do local.

Defesa 

"Eu vou mostrar para Cuiabá que armaram mais uma vez para mim, sou inocente. Sou muito perseguido pela igreja que eu pertencia. O exame vai sair, daqui a 30 dias quero que me perguntem de novo, que a verdade vai estar esclarecida”, disse o pastor ao site Mato Grosso Mais, quando estava sendo conduzido para o Fórum de Cuiabá.

TJ decreta prisão preventiva de pastor acusado de estuprar meninas de 11 e 16 anos
Fonte: Querência em Foco com Paulo Victor Fanaia Teixeira.

Comentários

Deixe um comentário sobre esta notícia.