NOTÍCIA - prefeitura/politica

21 de agosto de 2017 | MENOR | MAIOR | |

De olho em 2018, PP de Maggi tenta atrair quatro deputados.

Mauro Savi, Oscar Bezerra, Adriano Silva e Wagner Ramos abriram diálogo com a sigla do ministro da Agricultura.
De olho em 2018, PP de Maggi tenta atrair quatro deputados.

O presidente regional do PP, deputado federal Ezequiel Fonseca, disse ter conversado com ao menos quatro deputados estaduais para uma possível migração, assim que abrir a janela que permite que políticos com mandado possam trocar de sigla sem incorrer em infidelidade partidária.

O principal nome do PP em Mato Grosso é o senador licenciado e atual ministro da Agricultura, Blairo Maggi.

Segundo ele, Mauro Savi, Oscar Bezerra e Adriano Silva, todos do PSB, e o deputado Wagner Ramos, do PSD, abriram diálogo com a sigla.

“O Mauro e o Oscar conversaram conosco, o Wagner Ramos também. O Adriano nos procurou para ver se tenta voltar. Pedi para todos eles avaliarem, se sentirem à vontade, porque as portas estão abertas”, afirmou ao MidiaNews.

Os três do PSB avaliam a migração após mudanças no comando da sigla em Mato Grosso, promovidas pelo presidente nacional do partido, Carlos Siqueira.

As principais lideranças da sigla no Estado ficaram insatisfeitas com o fato de o deputado federal Valtenir Pereira passar a comandar o partido, o que deverá gerar, inclusive, uma debandada.

A pessoa para mudar de partido tem que fazer uma avaliação bem feita, porque partido é igual casamento, se não der certo não adianta ficar nele
Parte dos nomes do PSB deve migrar para o DEM. Já Oscar e Savi encontram dificuldades com o partido por conta da militância em suas respectivas regiões.

Wagner Ramos é próximo ao ministro da Agricultura Blairo Maggi (PP). Ambos estiveram juntos, até 2015, filiados ao PR, assim como Mauro Savi.

“O PP não está querendo tomar ninguém. Estamos de portas abertas, à disposição. A pessoa para mudar de partido tem que fazer uma avaliação bem feita, porque partido é igual casamento: se não der certo não adianta ficar nele”, disse Ezequiel.

“Então, colocamos as portas abertas e disponibilizamos o partido para quem quiser vir. Faça a avaliação, faça as conjecturas e, se servir, o PP está pronto”, completou.

Comando

O deputado Valtenir Pereira assumiu o comando do PSB em junho. Ele havia deixado a sigla em 2013, após divergências com o então prefeito Mauro Mendes.

Carlos Siqueira, que foi responsável pelo convite, afirmou que o deputado retorna ao PSB para garantir “sintonia” entre a executiva estadual e a direção nacional.

O convite foi considerado uma resposta ao deputado federal Fábio Garcia, que votou favorável à reforma trabalhista do presidente Michel Temer, mesmo com o diretório tendo deliberado pelo voto contra a proposta.

De olho em 2018, PP de Maggi tenta atrair quatro deputados.
Fonte: Querência em Foco com DOUGLAS TRIELLI

Comentários

Deixe um comentário sobre esta notícia.