NOTÍCIA - prefeitura/politica

10 de outubro de 2017 | MENOR | MAIOR | |

Lesco e esposa chegam para ser reinterrogados por delegados.

Casal está preso por suspeita de envolvimento no caso dos "grampos" em Mato Grosso.
Lesco e esposa chegam para ser reinterrogados por delegados.

O ex-secretário da Casa Militar, coronel Evandro Lesco, e sua esposa, a personal trainer Helen Cristy, são reinterrogados na tarde desta terça-feira (10) pelos delegados Flávio Stringueta e Alana Cristina Feldner, que conduzem as investigações relativas ao esquema de grampos ilegais em Mato Grosso.

Os dois estão presos desde o último dia 27, quando foi deflagrada a Operação Esdras, da Polícia Civil.

O reinterrogatório ocorre a pedido do próprio casal, que, na primeira oportunidade para prestar esclarecimentos sobre os fatos, optou por permanecer em silêncio.

Lesco chegou ao Complexo Miranda Reis de Juizados Civil e da Fazenda Pública por volta de 12h30.

Já Helen apareceu no local às 14h, acompanhada de um policial civil e um agente penitenciário em um carro descaracterizado, um Chevrolet Ônix branco. Desta vez, a personal trainer estava sem algemas.

Com o reinterogatório, a expectativa é de que o casal possa revelar novos detalhes sobre o esquema, conhecido como “Grampolândia”.

Uma das possibilidades é de que Lesco e Helen proponham um acordo de delação premiada, pelo qual poderiam entregar informações relevantes em troca da redução na pena, em caso de eventual condenação.

No entanto, há também certa cautela em relação às declarações do casal, uma vez que o reinterrogatório pode se configurar em uma tática da defesa.

Conforme apurou o MidiaNews, o coronel Lesco pode, por exemplo, negar as acusações que pesam contra ele – o que é pouco provável –, já que há áudios de conversas mantidas entre ele e demais investigados no esquema.

Além disso, há depoimentos de testemunhas que o colocam como um dos articuladores do plano visando ao afastamento do desembargador Orlando Perri das investigações.

Há, ainda, a possibilidade de o oficial da PM assumir toda a responsabilidade quanto aos fatos em apuração, numa forma de poupar outros envolvidos.

Lesco e esposa chegam para ser reinterrogados por delegados.
Fonte: Querência em Foco com THAIZA ASSUNÇÃO

Comentários

Deixe um comentário sobre esta notícia.