NOTÍCIA - prefeitura/politica

27 de dezembro de 2017 | MENOR | MAIOR | |

Casa Civil confirma que Taques convidou Rogério Gallo para comandar Sefaz

Casa Civil confirma que Taques convidou Rogério Gallo para comandar Sefaz

O secretário-chefe da Casa Civil de Mato Grosso, Max Russi, confirmou que o governador Pedro Taques (PSDB) fez o convite para Rogério Gallo, atual procurar-geral do Estado, assumir a Secretaria de Fazenda, no lugar de Gustavo Oliveira, que pediu exoneração do cargo para ser candidato a presidente da Federação das Industrias de Mato Grosso.

 

A saída de Oliveira foi confirmada em publicação no Diário Oficial. Ele será substituído, interinamente, pelo secretário-adjunto executivo, Vinicius Borges Leal Saragiotto.O período que Vinicius ficará no cargo, entretanto, não deve ser muito longo.   

"Já era natural e esperada essas baixas de final de ano. Porém, o governador irá mexer em peças dentro do próprio tabuleiro do governo. Na Sefaz, quem deve assumir é o Rogério Gallo. Pelo belo trabalho que vem fazendo na procuradoria, o governador o convidou e ele deve aceitar o novo cargo e assumir em breve", disse Russi. 

 

A nova pasta deve ser assumida pelo procurador em janeiro. A data ainda não está definida. 

 

Um dos motivos para a escolha de Taques para o nome de Gallo foi o excelente trabalho na cobrança de devedores do estado. Vale ressaltar que no último Multirão Fiscal realizado pela Procuradoria-geral do Estado arrecadou R$ 95 milhões aos cofres públicos. 

 

Outras mudanças

 

Esta é a sétima mudança no staff do governador nos últimos dias. Desde que oficializou a saída de Gustavo de Oliveira da Sefaz, Taques remanejou o secretário de Comunicação, Kléber Lima, para a Secretaria de Cultura, em substituição ao maestro Leandro Carvalho, que pediu exoneração do cargo. No lugar de Kleber, o jornalista Marcy Monteiro assumiu o comando do Gabinete de Comunicação.

Além disso, o vice-governador Carlos Fávaro (PSD) deixou a Secretaria de Meio Ambiente, o delegado Arnon Osny Mendes pediu exoneração da presidência do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso e o presidente estadual do PSDB, Paulo Borges, também pediu demissão da presidência da Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI).

A expectativa é de que nos próximos dias novas mudanças no staff do tucano sejam confirmadas, entre elas a troca no comando da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, atualmente ocupada por Carlos Avalone Júnior (PSDB).

Casa Civil confirma que Taques convidou Rogério Gallo para comandar Sefaz
Fonte: Querência em Foco com Hiper Noticias.

Comentários

Deixe um comentário sobre esta notícia.