NOTÍCIA - Agronegócio

27 de dezembro de 2017 | MENOR | MAIOR | |

Soja em Chicago segue movimento de alta e retoma patamares importantes nesta quarta-feira

Clima na América do Sul e fundos de investimentos retomando posições motivam alta
Soja em Chicago segue movimento de alta e retoma patamares importantes nesta quarta-feira

AS cotações da soja na Bolsa de Chicago (CME-Group) seguem em alta no pregão noturno desta quarta-feira (27) , porém com ganhos mais tímidos após um pregão que retomou o patamar dos US$ 9,70/bushel no vencimento Março, considerado um suporte importante para os preços.

Por volta das 8h45 (Brasília) o vencimento Jan./2018 trabalhava com alta de 4,25pts cotado a US$ 9,63. Março/2018 tinha ganho de 4,oo pts e negócios a US$ 9,74 enquanto Maio/2018 valia US$ 9,85 com variação positiva de 4,25pts.

Na sessão anterior o mercado da soja em Chicago encerrou com ganhos importantes de dois dígitos para quase todos os vencimentos

No final da sessão as cotações da soja encerraram da seguinte forma: Janeiro/2018 encerrou cotado a US$ 9,59/bushel e alta de 9,75 pts . O vencimento Março/2018 fechou em US$ 9,70 e ganhos de 10,25 pts. Maio finalizou o dia cotado a US$ 9,81 com 10,25 pts de alta e o Julho/2018 subiu 10 pts e fechou em US$ 9,91/bushel.

A motivação foi dada por dois fatores, segundo análise de Ginaldo de Souza, da Labhoro Corretora ao site Notícias Agrícolas: Além do clima mais seco até a primeira semana de janeiro para Argentina e Sul do Brasil, o mercado da soja em Chicago foi extremamente técnico com fundos que estavam muito vendidos, voltando às compras para garantir ganhos aos seus investidores.

Em relação ao clima, os dois principais modelos meteorológicos, europeu e americano, que vinham divergindo em relação ao clima na América do Sul, parece que começam aos poucos a entrar em sintonia, colocando menos chuvas para a Argentina e Rio Grande do Sul. As previsões de clima mais seco devem prevalecer até o dia 05 de janeiro, de acordo com os modelos.

Soja em Chicago segue movimento de alta e retoma patamares importantes nesta quarta-feira
Fonte: Querência em Foco com Notícias Agrícolas

Comentários

Deixe um comentário sobre esta notícia.