NOTÍCIA - prefeitura/politica

08 de janeiro de 2018 | MENOR | MAIOR | |

Presidente da Câmara é o mais faltoso em sessões; Adevair e Toninho estão em 2º

Eliseu Nascimento (PSDC) foi o único vereador da Câmara de Cuiabá que nunca faltou a sessões de votação
Presidente da Câmara é o mais faltoso em sessões; Adevair e Toninho estão em 2º

O  presidente da Câmara de Cuiabá Justino Malheiros (PV) foi o mais faltoso dentre os 25 vereadores por Cuiabá. O titular da Mesa Diretora não compareceu em 15 votações de projetos, sendo oito com justificativas e sete sem apresentá-las. A frequência do parlamentar foi de 75% durante o ano.

 fez levantamento de todas as falta em 62 votações que ocorreram de 7 de fevereiro a 21 de novembro, período que  as atas estavam disponibilizadas no site da Câmara. Ao todo, 30 vereadores e/ou suplentes se ausentaram 171 vezes das sessões.

 

Apesar do site da Câmara não especificar nas "atas das sessões" em qual momento o parlamentar esteve ausente, a assessoria assegura que as faltas só se referem em dias de votação de projeto, ou seja, o vereador pode ter saído do Plenário na hora da votação, que é uma das funções do Poder Legislativo.

Conforme o regimento interno, o vereador que não comparecer às sessões designadas ou, comparecendo, não participar da votação, terá descontado para cada ausência 1/8 (R$ 1,8 mil) da sua remuneração, caso não apresente justificativa no prazo de 24h, contanto do encerramento da sessão. Entretanto, no site também não especifica se houve desconto nos vencimentos dos parlamentares.

No ranking dos mais faltados, seguem com 12 ausências os vereadores Adevair Cabral (PSDB) e Toninho de Souza (PSD). Em todas as faltas do tucano não houve justificativas, de acordo com as atas. O social-democrata, por sua vez, deixou de apresentar em sete oportunidades.

Completam a lista dos cinco mais faltosos, o primeiro-secretário Dilemário Alencar (Pros) e Juca do Guaraná (Avante) que se ausentaram por 11 sessões. Juca, que se licenciou por 15 sessões para dar lugar a Júlio da Power (Avante), não justificou por seis vezes. Dilemário, apenas três. As ausências dos parlamentares nas sessões prejudicam o andamento dos trabalhos, como aprovação de leis, pois necessitam de quórum mínimo para serem votadas. 

Reprodução

eliseu-vereador.jpg

Vereador Eliseu Nascimento foi o único que não registrou nenhuma ausência no ano de 2017 nas sessões de votação

Ainda conforme as atas das sessões, o vereador que nunca faltou a uma votação foi Elizeu Nascimento (PSDC). Já Diego Guimarães (PP) e Abílio Junior (PSC) se ausentaram apenas uma vez cada.

Os vereadores por Cuiabá recebem R$ 15 mil de salários, mais o mesmo valor de verba indenizatória. Ao todo são R$ 30 mil. Neste ano, os parlamentares aprovaram aumento de R$ 900, passando os vencimentos para R$ 15,9 mil.

O duodécimo deste ano da Câmara foi de R$ 49 milhões. Só com os salários dos vereadores são gastos R$ 375 mil mensais. Somados à verba indenizatória, os 25 parlamentares custam R$ 9 milhões por ano.

Outro lado

A assessoria da presidência afirma que no começo do ano Justino Malheiros fez dois procedimentos cirúrgicos nas mãos e por isso teve o número elevado de ausências. Salienta ainda que, após dois dias de uma das cirurgias, o presidente já estava na casa despachando.

Adevair Cabral nega que tenha faltado e diz que é um equívoco da Câmara o seu nome aparecer nas atas de sessão. Argumenta que na hora a Mesa Diretora diz que o parlamentar está ausente, no entanto, não está. O curioso é que o equívoco não ocorreu com os outros parlamentares e o erro foi em 12 ocasiões diferentes.

O vereador Juca do Guaraná (Avante) explica que todas as faltas estão justificadas. Acrescenta ainda que foi três vezes a Brasília, em uma delas, acompanhando o prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB). E as outras foram demandas externas, como visitas às unidades de saúde. Juca explica ainda que muitas vezes o parlamentar está ausente até a leitura da ata. No entanto, o vereador chega, marca a presença, mas a ata já foi lida.

A assessoria de Dilemário Alencar afirma que o parlamentar estava em viagem e o procuraria para falar sobre o assunto. No entanto, até publicação da matéria o vereador não nos procurou para se posicionar sobre o caso. A reportagem do  não conseguiu contato com Toninho de Souza (PSD).

Vereadores que mais se ausentaram em votações em 2017

Justino Malheiros (PV): 15
Adevair Cabral (PSDB): 12
Toninho de Souza (PSDB): 12
Dilemário Alencar (Pros): 11
Juca do Guaraná (Avante): 11
Chico 2000 (PR): 9
Ricardo Saad (PSDB): 9
Marcos Veloso (PV): 8
Mário Nadaf (PV): 8
Renivaldo Nascimento (PSDB): 8
Lilo Pinheiro (PRP): 7
Sargento Joelson (PSC): 6
*Demilson Nogueira (PP): 5
Dr Xavier (PTC): 5
Felipe Wellaton (PV): 5
*Luís Cláudio (PP): 5
Misael Galvão (PSB): 5
Orivaldo da Farmácia (PRP): 5
Paulo Araújo (PP): 5
Marcrean Santos (PRTB): 4
*Paulo Henrique (PV): 4
*Dodo Veggi (PRP): 2
Marcelo Bussiki (PSB): 2
Gilberto Figueiredo (PSB): 2
Wilson Kero Kero (PSL): 2
Abílio Junior (PSC): 1
*Clebinho Borges (PSDC): 1
Diego Guimarães (PP): 1
*Paulo Peixe (PSL): 1
Elizeu Nascimento (PSDC): 0
Vinicyus Clovito (PP) está de licença do cargo em razão de atuar na secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico

  • *Suplentes
 

Presidente da Câmara é o mais faltoso em sessões; Adevair e Toninho estão em 2º
Fonte: Querência em Foco com Tarso Nunes.

Comentários

Deixe um comentário sobre esta notícia.