NOTÍCIA - prefeitura/politica

09 de janeiro de 2018 | MENOR | MAIOR | |

PP se reúne nesta 3ª para avaliar cenário político e definir chapa à Assembleia

PP se reúne nesta 3ª para avaliar cenário político e definir chapa à Assembleia

A direção do PP de Mato Grosso se reúne, na manhã desta terça (9), com os pré-candidatos a deputado estadual da sigla. O encontro servirá para analisar a conjuntura política e decidir se lança chapa própria ou busca coligação proporcional.

O presidente estadual do PP, deputado federal Ezequiel Fonseca, afirma que 30 filiados já se colocaram à disposição para disputar vaga na Assembleia. Por isso, o partido precisa ter a certeza que todos mantêm o posicionamento.

“Para apresentar chapa própria é preciso pelo menos 20 candidatos. Se o número for menor, buscaremos compor com aliados. Por isso, a decisão precisa ser tomada imediatamente. Não podemos perder tempo nas articulações”, declarou em entrevista ao .

Na reunião, os progressistas também serão informados sobre as conversações em relação à disputa pelo Governo do Estado que estão sendo conduzidas por Ezequiel. O PP tem dialogado com três nomes.

Uma das alternativas é o ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes que está trocando o PSB pelo DEM e pode entrar na disputa pelo Governo do Estado. A outra alternativa é o ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE) Antonio Joaquim, que aguarda a solução do imbróglio jurídico sobre a aposentadoria para se filiar ao PTB e fortalecer as articulações para se viabilizar candidato. O terceiro nome é o senador Wellington Fagundes (PR).

“Estamos conversando com todos para tomar a melhor decisão. Queremos um projeto de mudança. Não fazer oposição e sim apresentar um novo projeto para Mato Grosso”, completa.

O PP fez parte da base do governador Pedro Taques (PSDB). No entanto, rompeu com o tucano e tem feito críticas sistemáticas à administração estadual.

Principal liderança do PP, o ministro da Agricultura Blairo Maggi não participa da reunião desta terça. Mesmo assim, Ezequiel ressalta que o correligionário será fundamental na tomadas das decisões políticas. “Nos próximos dias, o ministro Blairo começará a participar ativamente das conversas. Nenhuma decisão será tomada sem a anuência do nosso principal líder no Estado”, concluiu.

 

 

PP se reúne nesta 3ª para avaliar cenário político e definir chapa à Assembleia
Fonte: Querência em Foco com Jacques Gosch

Comentários

Deixe um comentário sobre esta notícia.