NOTÍCIA - Agronegócio

30 de janeiro de 2018 | MENOR | MAIOR | |

Frigoríficos registram menor margem desde agosto de 2016, diz Scot

No mercado atacadista, a cotação da carne com osso caiu 2,4% no final da semana passada
Frigoríficos registram menor margem desde agosto de 2016, diz Scot

A média da margem de comercialização dos frigoríficos brasileiros, que não fazem desossa, está no menor nível desde agosto de 2016, de acordo com o levantamento da Scot Consultoria. A analista da empresa, Marina Zaia, afirma que, com a desvalorização da carne com osso, o indicador equivalente Scot Carcaça ficou em 8,8%, sendo que a média histórica é de 14,4%. Este índice é referente à diferença entre os valores equivalentes da venda da carne no atacado e a compra de boi gordo.

"O consumo da carne está ruim e, em virtude disso, os compradores não fazem ofertas atraentes", diz ela, em nota. No mercado atacadista, a cotação da carne bovina, com osso, caiu 2,4% no fim da semana passada e a carcaça de bovinos castrados ficou cotada em R$ 8,96 o kg. Paralelamente, em São Paulo, o preço do boi gordo ficou em R$ 146 a arroba, à vista.

Frigoríficos registram menor margem desde agosto de 2016, diz Scot
Fonte: Querencia em Foco com ESTADÃO CONTEUDO.

Comentários

Deixe um comentário sobre esta notícia.