NOTÍCIA - Agronegócio

01 de junho de 2018 | MENOR | MAIOR | |

Chile espera aumento de 17% nas exportações de citros

Aumento é esperado no fechamento da safra 17/18. Volume de laranjas embarcadas deve ser 12% superior
Chile espera aumento de 17% nas exportações de citros

O Comitê Citrus do Chile-ASOEX, afirmou que eles esperam um aumento de 17% nas exportações de citrinos para a temporada 2017-2018. De acordo com as previsões do Comitê, o aumento seria liderado por mandarinas, que devem aumentar em 32% em relação à safra anterior, seguidas por laranjas e clementinas.

As exportações de mandarinas devem chegar a 100.819 toneladas, ou seja, 32% a mais do que as 76.373 toneladas exportadas na temporada anterior. O país deve exportar 84.449 toneladas de laranjas nesta temporada, ou seja, 12% a mais do que as 75.478 toneladas que exportou na temporada anterior. Enquanto isso, as exportações de clementinas devem chegar a 51.924 toneladas, ou seja, 27% a mais do que as 41.000 toneladas alcançadas na última temporada. Finalmente, as exportações de limão devem chegar a 78.104 toneladas, 1% a mais do que as 75.478 toneladas enviadas durante a última campanha.

O gerente do Comitê Citrus, Monserrat Valenzuela, disse que o aumento no volume de exportação de mandarins deveu-se à entrada em produção de novos pomares, e uma maior disponibilidade de água, como resultado das chuvas do inverno passado. "Esta fruta tem uma grande demanda por causa de seu tamanho, é fácil de descascar, não tem sementes e possui inúmeras propriedades nutricionais", afirmou Valenzuela.

Chile espera aumento de 17% nas exportações de citros
Fonte: Querencia em Foco com Freshplaza.

Comentários

Deixe um comentário sobre esta notícia.