NOTÍCIA - Agronegócio

04 de junho de 2018 | MENOR | MAIOR | |

InterCorte Marabá aponta novos rumos para a pecuária do Pará

Evento reuniu 1.050 participantes, a maior parte pecuaristas, e propiciou o diálogo entre os diversos elos da cadeia produtiva da carne
InterCorte Marabá aponta novos rumos para a pecuária do Pará

Evento reuniu 1.050 participantes, a maior parte pecuaristas, e propiciou o diálogo entre os diversos elos da cadeia produtiva da carne

Um público de 1.050 pessoas esteve presente na InterCorte, realizada nos dias 21, 22 e 23 de maio, no Carajás Centro de Convenções, em Marabá, no sudeste paraense. O evento, que é itinerante e percorre alguns dos principais polos de produção pecuária do Brasil, ocorreu pela primeira vez em Marabá, voltando ao Pará após cinco anos desde a realização de uma etapa em Paragominas, em 2013.

Segundo o presidente da ACRIPARÁ, Mauricio Fraga Filho, a vontade de trazer a InterCorte para Marabá era antiga, porém a cidade não dispunha de um local considerado adequado para a realização do evento. “Com a inauguração do Carajás Centro de Eventos este ano, entendemos que era a hora de trazer a InterCorte para Marabá, que tem o quinto maior rebanho dentre todos os municípios brasileiros. O Pará tem também o quinto maior rebanho e um grande potencial de crescimento com a aplicação de tecnologias. A maciça presença dos pecuaristas no evento – mais de 1.000 -, o apoio que tivemos do Governo do Estado, com a presença do Governador na abertura, do presidente da Assembleia Legislativa e de diversas autoridades, junto com a ACRIPARÁ, que sai muito fortalecida após a realização da InterCorte nos dão perspectivas muito otimistas em relação à nossa pecuária. O evento foi um sucesso!”, destaca Fraga.

“Acredito que a pecuária paraense vai tomar novos rumos a partir da InterCorte Marabá, pois criou um ambienta favorável de conversa, de negociação entre todos os elos da cadeia produtiva da pecuária. Mais do que nunca mostra-se necessário o engajamento de produtores, por meio da ACRIPARÁ, da indústria e do governo para o crescimento e fortalecimento da atividade. Certamente faremos novas edições do evento”, aposta o diretor da ACRIPARÁ, Mauro Lucio da Costa.

“Achei fantástica essa primeira InterCorte que participo. Foi um proveitoso! Um evento repleto de informações, que serviu como um incentivo aos pecuaristas para fazermos um trabalho bem feito com potencial de repercussão nacional e internacional”, acredita o pecuarista Adimilson Andrade, que possui fazendas em Marabá e Canaã.

O presidente do Sindicato Rural de Marabá, Antonio Vieira Caetano ficou impressionado com o evento. “Estou encantado com a InterCorte, uma feira maravilhosa, que surpreendeu quem vive aqui. Não imaginávamos o tamanho e a imponência que o evento poderia tomar. Uma das coisas que mais me impressionou foi ver a nossa classe em torno de um só objetivo. A união dos produtores mostrando a força do nosso setor, pra mim, foi uma das principais contribuições da InterCorte Marabá”, afirma.

Para Carla Tuccilio, diretora do Terraviva Eventos, realizadora da InterCorte junto com a ACRIPARÁ, a etapa de Marabá mostra o potencial de crescimento da pecuária do Pará e da região. “Saímos com a sensação de dever cumprido ao proporcionar uma plataforma de diálogo, de conhecimento, de discussão e de negócios para a evolução da pecuária no Pará”, salienta Carla.

Aliança Paraense da Carne - APC

A abertura oficial da InterCorte Marabá foi marcada pelo lançamento oficial da Aliança Paraense da Carne – APC, constituída pela ACRIPARÁ – Associação de Criadores do Pará, a UNIEC – União Nacional da Indústria e Empresas da Carne, o SINDICARNE PA – Sindicato da Indústria de Carnes e Derivados do estado do Pará e a ASPAS – Associação Paraense de Supermercados. Na oportunidade também foi apresentado o projeto Pecuariando para estimular a pecuária sustentável na Amazônia. A cerimônia de abertura contou com a presença do Governador do Estado, Simão Jatene, do presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Pará, Marcio Miranda, parlamentares, autoridades locais e lideranças do setor.

Programação e Beef Hour

A programação do evento, composta por palestras, debates e apresentação de cases, foi dividida em quatro blocos - “Produzir mais”, “Produzir melhor”, “As vantagens da produção responsável” e “Integrar para crescer” – com a participação de 29 palestrantes e 18 horas de conteúdo aprofundando, como nutrição, sanidade, manejo do solo, intensificação, qualidade da carne, reprodução e genética, sustentabilidade, desafios ambientais e a importância do associativismo para o fortalecimento da atividade. Ao final do primeiro dia, os participantes puderam confraternizar ao redor da carne estrela da InterCorte, que é a carne bovina, com a Beef Hour, que teve o apoio da JBS, Revemar, Churrascaria Perto do Fogo e Disbrava.

Além disso, 27 empresas participaram da feira de eventos da InterCorte, apresentando suas tecnologias e inovações para o mercado. Estiveram na etapa de Marabá as empresas Arysta LifeScience, JBS, Matsuda, Marfrig, Nutron, Ourofino, DSM Tortuga, ABS, Allflex, Bayer, Belgo, Biogénesis Bagó, Brutale, Casale, Coimma, Estância Bahia Leilões, GENEX, Germipasto, Multbovinos, Oro Agri, Rodobens, UPL, Alta Genetics, Agroexport, Beckhauser, CRV Lagoa e Pará Fazendas.

A etapa da InterCorte em Marabá é uma realização do Terraviva Eventos, da ACRIPARÁ – Associação de Criadores do Pará e UNIEC – União Nacional da Indústria e Empresas da Carne, com o apoio do Governo do Estado, por meio da CODEC – Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará e Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, e da Assembleia Legislativa do Pará.

Mais informações podem ser obtidas pelo site: http://intercorte.com.br/maraba2018

InterCorte Marabá aponta novos rumos para a pecuária do Pará
Fonte: Querência Em Foco com Attuale Comunicação.

Comentários

Deixe um comentário sobre esta notícia.