NOTÍCIA - prefeitura/politica

28 de julho de 2018 | MENOR | MAIOR | |

“Serei o piloto; vou administrar com tranquilidade e sem crise”

“Serei o piloto; vou administrar com tranquilidade e sem crise”

O governador Pedro Taques (PSDB), pré-candidato à reeleição ao Paiaguás, prevê um cenário mais favorável em um eventual segundo mandato a frente do Estado.

 

Em entrevista, o tucano reiterou que teve muitas dificuldades ao longo de seus três primeiros anos de gestão, especialmente por conta da crise econômica enfrentada no País.

 

“Neste mandato, fui mecânico com o carro andando. O carro andando e eu trocando pneu. Num eventual próximo mandato, aí sim, eu vou ser piloto. Eu vou administrar com tranquilidade, sem crises”, afirmou o governador.

 

Neste mandato eu fui mecânico com o carro em andamento. Num eventual próximo mandato, aí sim, eu vou ser piloto. Eu vou administrar com tranquilidade, sem crises

Taques disse também não estar preocupado com eventuais ataques que venha a sofrer durante o processo eleitoral.

 

O governador disse já estar acostumado, porque os ataques, segundo ele, já vêm ocorrendo há algum tempo.

 

“Eu não estou preocupado em responder a quem quer que seja. Até Jesus Cristo expulsou os vendilhões do templo, imagina eu, que sou um pecador. Eu sou atacado todos os dias. Não há um cidadão em Mato Grosso que tenha apanhado mais do que eu. Eu apanhei muito, estou com couro grosso”, afirmou.

 

Ainda durante a entrevista, Taques disse que já enfrentou “adversários” mais difíceis ao longo de sua vida.

 

Citou, inclusive, que foi um dos responsáveis pela prisão do ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro, à época em que era procurador da República.

 

“Eu sou filho de professora, que me sustentou até o segundo ano de faculdade. Enfrentei dificuldades na minha vida, combati o crime organizado neste Estado e ninguém lembra mais”, disse.

 

“O João Arcanjo ribeiro ficou preso 15 anos. Eu já enfrentei dificuldades, eu não tenho medo de cara feia, não tenho medo de quem fala grosso, eu não sou filho de pai assustado”, concluiu.

“Serei o piloto; vou administrar com tranquilidade e sem crise”
Fonte: Querencia em Foco com CAMILA RIBEIRO .

Comentários

Deixe um comentário sobre esta notícia.