NOTÍCIA - geral

02 de agosto de 2018 | MENOR | MAIOR | |

Lambida de cachorro pode ter causado amputação das pernas de um paciente

O homem ainda passará por procedimentos para amputar partes de suas mãos e precisará de cirurgia plástica para reconstruir o nariz
Lambida de cachorro pode ter causado amputação das pernas de um paciente

O verão de Greg Manteufel não está sendo nada agradável. Em junho, o homem de Wisconsin, nos Estados Unidos, começou a sentir um terrível mal estar e decidiu ir até o hospital. Poucas horas após passar pelo pronto-socorro, o paciente entrou em choque séptico — uma infecção generalizada que causa a falência de órgãos e pressão arterial perigosamente baixa, podendo levar à morte.

O choque séptico é a pior complicação de uma sepse, uma complicação potencialmente fatal de uma infeção.

 

 

Na sepse, os germes desencadeiam um “efeito dominó” de reações do sistema imunológico, que podem levar à queda da pressão, falência de órgãos, danificação dos tecidos e, nos piores casos, óbito. A queda da circulação do sangue também pode prejudicar órgãos e afetar o bom funcionamento dos membros superiores e inferiores, resultando até em amputações e, infelizmente, o caso de Greg.

O homem precisou amputar ambos os pés, além de fazer cirurgias para remover ainda mais tecidos danificados pela infecção, estendendo a amputação até abaixo dos joelhos. Greg ainda passará 

Lambida de cachorro pode ter causado amputação das pernas de um paciente
Fonte: Querencia em Foco com VEJA SP .

Comentários

Deixe um comentário sobre esta notícia.