NOTÍCIA - prefeitura/politica

10 de agosto de 2018 | MENOR | MAIOR | |

Mendes cita "decepção" como motivo de Taques ser rejeitado

Mendes cita

O candidato ao Governo Mauro Mendes (DEM) classificou como “decepção” para Mato Grosso a gestão do governador Pedro Taques (PSDB), que vai à reeleição. Por conta disso, ele disse que o tucano possui um alto índice de rejeição.

 

“Lamentavelmente, deixou muito a desejar. Foi uma decepção para a grande maioria dos mato-grossenses. Não é à toa que, hoje, ele aparece nas pesquisas muito atrás. E o que é pior: com alto índice de rejeição”, disse em conversa com a imprensa em Juína (734 km de Cuiabá).

 

Ele citou como exemplo o fato de professores e diretores de escolas da rede estadual de educação terem paralisado as atividades por 24 horas na última terça-feira (7). Eles também fizeram um ato em frente à Secretaria Estadual de Educação (Seduc), no Centro Político e Administrativo, em Cuiabá. O protesto foi motivado pela falta de repasses do Programa de Desenvolvimento da Escola (PDE).

 

Não é à toa que, hoje, ele aparece nas pesquisas muito atrás. E o que é pior: com alto índice de rejeição

Segundo Mendes, que disse ter votado no tucano em 2014, o atual governo não cumpriu seu papel.

 

“Tivemos uma grande paralisação da Educação em todo Estado, onde as escolas paralisaram por falta de papel higiênico, gás para merenda, material de limpeza. Olha o grau de absurdo que está chegando nosso Estado”, afirmou.

 

“Então, nossa avaliação é que é um governo que não cumpriu seu papel. Que frustrou as esperanças de todos nós, que inclusive votamos e apoiamos. Então, neste momento estamos construindo uma nova alternativa”, disse.

 

Saúde falida

 

Questionado sobre quais as principais propostas, o candidato disse que focará em arrumar a Saúde, que, segundo ele, está falida. Disse, ainda, que colocará os repasses aos Municípios em dia e retomará obras inacabadas.

 

“Hoje, Mato Grosso tem muitos problemas. Lamentavelmente, temos uma Saúde que está falida, uma saúde que não dá dignidade às pessoas. Precisamos fazer a Saúde voltar a funcionar no Estado”, afirmou.

 

“Precisamos fazer com que o Estado possa pagar em dia seus funcionários e fornecedores. Precisamos colocar em dia o pagamento com as Prefeituras. A maioria das Prefeituras não está recebendo do Governo”, completou.

Mendes cita "decepção" como motivo de Taques ser rejeitado
Fonte: Querência Em Foco com Douglas Trielli.

Comentários

Deixe um comentário sobre esta notícia.