NOTÍCIA - prefeitura/politica

15 de agosto de 2018 | MENOR | MAIOR | |

Taques registra candidatura e é o 1º a divulgar plano de governo

Taques registra candidatura e é o 1º a divulgar plano de governo

O governador Pedro Taques (PSDB) registrou, na tarde desta terça-feira (14), sua candidatura à reeleição no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Na oportunidade, ele também apresentou seu plano de governo para um eventual segundo mandato.

 

De acordo com Taques, o documento tem como prioridade investimentos na área da Educação, Saúde e Infraestrutura.

 

“Nós entregamos um plano de governo relatando tudo que foi feito e o que ainda precisa ser feito para que possamos ter uma sociedade com mais desenvolvimento, mais concretização de politicas públicas. Por exemplo, na área de Saúde, precisamos investir mais na atenção básica e na atenção primária. É responsabilidade dos Municípios, mas o Estado precisa estar mais presente”, disse.

 

Agora, mais importante de que mostrar o que foi feito, é mostrar o que faremos no segundo mandato, uma vez que a casa já está arrumada e alguns problemas já foram resolvidos

“Precisamos terminar a obra do Pronto-Socorro aqui [Cuiabá], precisamos construir mais hospitais regionais, mais estradas, aumentar o número de escolas em tempo integral”, completou.

 

O governador voltou a dizer, na ocasião, que agora "a casa está arrumada" e que, para tomar novos rumos, é necessário ter alguém preparado para administrar bem o Estado.

 

“Agora, mais importante de que mostrar o que foi feito, é mostrar o que faremos no segundo mandato, uma vez que a casa já está arrumada e alguns problemas já foram resolvidos com a Emenda Constitucional do Teto de Gastos aprovada. Tudo isso nos dá o caminho, o norte para que possamos chegar ao momento que Mato Grosso deseja”, disse.

 

“Mato Grosso, em razão do seu poder econômico, vai precisar de pessoas preparadas para essa outra fase. E qual é essa fase? A fase da industrialização, da verticalização do que nós produzimos. E temos certeza que, com as mudanças na Previdência nacional, com as mudanças na Lei Kandir, vai sobrar mais dinheiro para que as politicas públicas possam ser concretizadas. É isso que nós desejamos”, afirmou.

 

Desculpas à população

 

O governador admitiu que muitas coisas não foram feitas nesses últimos três anos, mas disse estar tranquilo com os ataques que deve receber dos concorrentes, pois "fez a coisa certa".

 

Ele afirmou que não vai dar justificativas pelas promessas não cumpridas, mas que pede desculpas à população.

 

“Estou com a tranquilidade de quem fez a coisa certa, de quem fez o possível para Mato Grosso chegar até aqui. Fizemos tudo? É logico que não fizemos tudo. Muitas coisas ficaram para trás, e é bom que se diga isso. Eu não quero dar desculpas ao cidadão, mas pedir desculpas porque não fizemos tudo”, disse.

 

“Agora, se já existe acordo entre os candidatos para nos atacar, o cidadão vai saber.  O cidadão não é bobo. O cidadão conhece, percebe as ligações. Veja que nosso grupo político é acanhado e é bom que assim seja. Nós queremos estar ao lado do povo”, finalizou.

 

Taques disse não acreditar que esteja isolado na disputa. 

 

"Isolado com dez partidos políticos, com 30 segundos de TV a menos? Em absoluto. Nós temos 60 prefeitos nos apoiando, mais de 300 vereadores, grandes lideranças... Estamos com vice-governador, Rui Prado, aqui conosco, dois senadores com capacidade, o Nilson Leitão, a senadora Selma, são pessoas preparadas para bem representar Mato Grosso”, pontuou.

Taques registra candidatura e é o 1º a divulgar plano de governo
Fonte: Querência Em Foco com THAIZA ASSUNÇÃO E CAMILA RIBEIRO .

Comentários

Deixe um comentário sobre esta notícia.