NOTÍCIA - prefeitura/politica

20 de setembro de 2018 | MENOR | MAIOR | |

Com gestão desaprovada por mais de 65% dos eleitores, Taques tem maior rejeição em Rondonópolis

Com gestão desaprovada por mais de 65% dos eleitores, Taques tem maior rejeição em Rondonópolis

O governador Pedro Taques (PSDB) é o candidato ao Governo de Mato Grosso com maior rejeição no município de Rondonópolis, terceiro maior colégio eleitoral do Estado, município com 150,8 mil eleitores. O percentual foi apontado em uma pesquisa realizada pelo Instituto Mark entre os dias 15 a 17 de setembro, registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) com o número MT-00959/2018.

Na pesquisa em que 318 pessoas foram entrevistadas em 77 bairros, Taques aparece como o mais rejeitado com 37,3% dos eleitores que responderam em quem não votariam de jeito nenhum caso a eleição fosse hoje.

O senador Wellington Fagundes (PR) aparece com 7%, sendo o segundo com maior rejeição. O republicano é nascido em Rondonópolis e também aparece como o primeiro colocado com 56,6% das intenções do voto.

O policial rodoviário federal Arthur Nogueira (REDE) é o terceiro mais rejeitado, com 5,3% e Mauro Mendes (DEM) figura em quarto, com 4,1%. Moisés Franz, do Psol tem 2,7% de rejeição.

Nulos e branco somaram 13,3% e eleitores indecisos 29,6%. O levantamento foi feito com uma amostragem de 318 eleitores, com metodologia quantitativa e survey de opinião.  A margem de erro é de 3%.
 


Aprovação

A pesquisa também avaliou a aprovação do governo Pedro Taques e da administração do prefeito José Carlos do Pátio (SD). De acordo com o levantamento, cerca de 66,1% dos entrevistados desaprovam a gestão de Taques e 77,6% não aprovam Pátio como prefeito.




Com gestão desaprovada por mais de 65% dos eleitores, Taques tem maior rejeição em Rondonópolis
Fonte: Querência em Foco com Carlos Gustavo Dorileo.

Comentários

Deixe um comentário sobre esta notícia.