NOTÍCIA - prefeitura/politica

15 de outubro de 2018 | MENOR | MAIOR | |

Deputado diz que delação de Silval dificultou reeleições na AL

Deputado diz que delação de Silval dificultou reeleições na AL

O deputado estadual Romoaldo Junior (MDB) afirmou que a delação do ex-governador Silval Barbosa foi a principal causa da sua não reeleição e também de outros colegas do Legislativo.

 

O emedebista teve 18.467 votos e ficou com a primeira suplência de seu grupo na próxima legislatura. Em 2014, o parlamentar obteve 41.764 votos.

 

“A delação do Silval destruiu as chances de muitos. Dificultou demais”, disse, em conversa com a imprensa, nessa semana.

 

Romoaldo é citado por Silval diversas vezes em sua delação. O emedebista é acusado de receber uma espécie de “mensalinho” na Assembleia Legidlativa para apoio ao Governo.

 

A eleição, este ano, foi muito diferente. Tinha gente trabalhando para um tanto de voto e recebeu muito menos que o esperado

Ele também é citado por supostamente pedir – junto com Mauro Savi, que também não foi reeleito – R$ 8 milhões ao ex-governador para tentar “comprar” a eleição na Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, no biênio 2015-2016.

 

No ano passado, Romoaldo já havia dito à imprensa que Silval “implodiu” e “triturou” o grupo político que o elegeu, em 2010.

 

Apesar da derrota nas urnas, o parlamentar disse acreditar que ainda pode assumir o cargo no próximo ano.

 

“Ainda temos chances. Alguns deputados podem assumir secretarias; tem ainda o rodízio. Eu sou muito querido pelos colegas, que já disseram que vão abrir espaço”, afirmou.

 

“A eleição, este ano, foi muito diferente. Tinha gente trabalhando para um tanto de voto e recebeu muito menos que o esperado. Eu trabalhava com 30 mil votos e recebi 18 mil, mas é isso. Agora é seguir em frente”, completou.

Deputado diz que delação de Silval dificultou reeleições na AL
Fonte: Querência Em Foco com Mídia News.

Comentários

Deixe um comentário sobre esta notícia.