NOTÍCIA - geral

06 de dezembro de 2018 | MENOR | MAIOR | |

Suspeita de atropelar jovem na calçada não tem uma perna

Segundo a Polícia Civil, mulher está com CNH vencida desde 2014 e será intimada para prestar depoimento em Conchas (SP)
Suspeita de atropelar jovem na calçada não tem uma perna

A Polícia Civil informou nesta quarta-feira (5) que identificou a motorista que é suspeita de atropelar um adolescente de 17 anos na calçada e fugir do local sem prestar socorro, no domingo (2), em Conchas (SP).

De acordo com o delegado Nelson Burin, a identificação ocorreu através das imagens de câmeras de segurança que registraram a placa do veículo.

A suspeita é uma mulher de 34 anos, deficiente física que não tem uma das pernas, está com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida desde 2014 e dirige um carro comum, ou seja, que não é adaptado para sua deficiência.

Conforme o delegado, a prisão da motorista não foi pedida, pois esse tipo de crime não prevê prisão.

No entanto, ela vai ser indiciada e o inquérito será enviado ao Fórum para aguardar a denúncia do Ministério Público e o trâmite do processo na Justiça.

"Ela vai ser indiciada por lesão corporal culposa na direção de veículo automotor, com pena de detenção de seis a dois anos, aumentada de um terço até a metade em razão de não ser habilitada, pelo atropelamento ter sido na calçada e por não prestar socorro. Também vai responder por fuga do local de acidente, que pode ser de mais seis meses a um ano", explicou o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, o veículo não vai ser apreendido, mas será periciado. A motorista vai ser ouvida na delegacia e a Polícia Civil quer entender como ela conduzia o carro.

"Já foram tiradas fotos dele. Já sobre a documentação, constava apenas que estava vendido e com pendência de transferência. Isso é algo administrativo e não compete à polícia."

Atropelamento

Câmeras de segurança de um comércio flagraram o momento do atropelamento. No vídeo é possível ver o adolescente caminhando com outro jovem, quando o carro invade a calçada.

A vítima chega a correr para tentar evitar o atropelamento, mas acaba sendo atingida pelo veículo.

Em outro ângulo, é possível ver que o motorista continua dirigindo mesmo com o rapaz no capô, até que ele cai no outro lado da rua e, em seguida, se levanta e sai andando.

O jovem, que prefere ter a identidade preservada, teve alguns ferimentos nas costas, nas pernas e nos braços, e reconhece que sua situação poderia ter sido mais grave.

"Foi muito feio e eu poderia estar morto. Muito difícil passar por isso, ainda mais porque o motorista fugiu sem me ajudar. Estou dolorido por causa do acidente, mas ainda bem que não foi nada mais grave", diz.

Suspeita de atropelar jovem na calçada não tem uma perna
Fonte: Querência em Foco com Midia news

Comentários

Deixe um comentário sobre esta notícia.