NOTÍCIA - Saúde

22 de janeiro de 2019 | MENOR | MAIOR | |

Vigilância Sanitária de Querência realiza reunião para orientar comerciantes do ramo alimentício

O órgão passa a ter um telefone para receber denuncias e reclamações 24 horas.
Vigilância Sanitária de Querência realiza reunião para orientar comerciantes do ramo alimentício

A vigilância sanitária realizou uma palestra de orientação para proprietários de restaurantes, lanchonetes, bares e comércios similares, na noite desta segunda-feira (21). O intuito é orienta-los sobre as técnicas corretas de higiene e manuseio de alimentos, além disso, também alertar sobre as consequências e riscos que um local sem a higiene correta pode causar.

A nutricionista Jaqueline dos Santos, expôs uma cartilha com uma série de orientações sobre o jeito correto de higienizar a cozinha e os alimentos, além de práticas corretas de armazenamento. Essas técnicas são importantes para que o consumidor não corra risco de ter alguma DTA (Doenças Transmitidas por Alimentos).

O médico e engenheiro sanitário, Dr. Uender Cantuaria de Sousa, explicou que existem vários tipos de DTA e que elas podem, inclusive, levar a óbito. Segundo dados do Ministério da Saúde, de 2000 a 2017, mais de  2 milhões e 300 mil pessoas foram expostas a algum tipo de DTA e no mesmo período, foram registrados 182 óbitos pelo mesmo motivo.

Por conta da importância de manter a cozinha dentro do padrão exigido pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), a partir de agora a Vigilância Sanitária de Querência passa a ter um número de telefone que funcionará 24h para casos de denúncia e alerta. O telefone para contato é (66) 9 8436-4020.

Segundo os responsáveis pela fiscalização sanitária dos estabelecimentos comerciais, outros comércios, além dos alimentícios também tem responsabilidade com a saúde pública. Um exemplo são os salões de beleza e as clínicas de estética, que precisam se encaixar num padrão higiene sanitária para garantir a segurança pública.

Além da vigilância sanitária, em breve, o SIM (Selo de Inspeção Municipal) também passará a funcionar. Este órgão deve fiscalizar e garantir que produtos feitos no município para ser comercializado em feiras e estabelecimentos locais, mantenham um bom padrão de qualidade.

Vigilância Sanitária de Querência realiza reunião para orientar comerciantes do ramo alimentício
Fonte: Redação/ Alanna Fernandes

Mais imagens

Comentários

Deixe um comentário sobre esta notícia.