NOTÍCIA - Saúde

25 de maio de 2016 | MENOR | MAIOR | |

MT tem 109 casos suspeitos de microcefalia em investigação

Ao todo, 15 casos já foram confirmados no estado, segundo o governo. Balanço aponta que 93 casos foram descartados após reavaliações.
MT tem 109 casos suspeitos de microcefalia em investigação

Mais um caso suspeito de microcefalia foi notificado em Mato Grosso, segundo o balanço divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) nesta terça-feira (24). Ao todo, 217 casos já foram notificados no estado, dos quais 93 foram descartados após reavaliação em consulta médica do perímetro encefálico, de acordo com a curva de desenvolvimento infantil estabelecida pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Quinze casos foram confirmados e 109 ainda permanecem em investigação.

A microcefalia faz com que bebês tenham cérebro menor do que o tamanho normal. De acordo com o Ministério da Saúde, são considerados casos de microcefalia os bebês que apresentam medida do perímetro cefálico de 31,9 cm em meninos e 31,5 cm para meninas.

O novo caso foi notificado em Rondonópolis, município a 218 km de Cuiabá, que também é o que mais concentra casos no estado, totalizando 83 notificações. O segundo município que apresenta um grande número de notificações é Cáceres (50). Ao todo, 38 municípios mato-grossenses notificaram casos de microcefalia até o dia 21 de maio.

Os 15 casos foram confirmados em Cuiabá (1),Primavera do Leste (1), Rondonópolis (10), Sorriso (2) e Tapurah (1).

Nesse mesmo período, foram notificados 12 óbitos por microcefalia no estado, nos municípios de Cuiabá (5), Canarana (1), Guarantã do Norte (1), Mirassol D'Oeste (2), Paranatinga, (1) Primavera do Leste (1) e Sinop (1). No entanto, apenas o caso registrado em Primavera foi confirmado. Três casos foram descartados, emGuarantã do Norte e Mirassol, e oito óbitos seguem sob investigação.

Vírus da zika
Estudos ligam os casos de bebês que nascem com microcefalia com a infecção das gestantes pelo vírus da zika, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti. Em Mato Grosso, a situação em relação ao vírus da zika é alarmante, de acordo com o governo do estado, uma vez que mais de 21 mil casos foram registrados em todo o estado. Ao todo, 79 municípios estão classificados com alto risco da doença, o que representa 56,1% dos registros.

MT tem 109 casos suspeitos de microcefalia em investigação
Fonte: G1 - MT

Comentários

Deixe um comentário sobre esta notícia.