NOTÍCIA - Saúde

22 de agosto de 2014 | MENOR | MAIOR | |

Sobe para 19 o número de mortes por gripe H1N1 em Mato Grosso este ano

Ao total, estado registrou 45 casos da doença desde janeiro. Outros dois casos de morte continuam sendo investigados.
Sobe para 19 o número de mortes por gripe H1N1 em Mato Grosso este ano

Dezenove pessoas morreram vítimas da gripe H1N1 em Mato Grosso este ano, conforme um balanço divulgado nesta quinta-feira (21) pela Secretaria Estadual de Saúde (SES). Desde o mês de janeiro, o estado registrou 45 casos da doença, que também é conhecida como Influenza A. Outras 37 notificações continuam sendo investigadas. O último levantamento divulgado pela secretaria contabilizou 18 mortes por H1N1.

O maior número de mortes ocorreu em Cuiabá, onde cinco pessoas foram vítimas fatais do vírus. Os outros óbitos ocorreram em Várzea Grande (3), Tangará da Serra (3),Comodoro (1), Tapurah (1), Rosário Oeste (1),Jaciara (1), Juara (1), Lucas do Rio Verde (1),Guarantã do Norte (1) e Paranatinga (1). Dois casos de morte continuam sob investigação, sendo um em Comodoro e outro em Várzea Grande, região metropolitana da capital.

Entre os principais sintomas da H1N1 estão febre acima de 38°C com duração em torno de 3 dias, dor de cabeça e nos músculos, calafrios, tosse seca, dor de garganta, espirros e coriza, pele quente e úmida, diarreia, fraqueza e náuseas.

Prevenção
As principais formas de prevenção contra a gripe são tomar a vacina e lavar as mãos com frequência, especialmente ao voltar para casa, preparar ou consumir qualquer alimento, e depois de tossir, espirrar e usar o banheiro. Também é recomendável lavar os brinquedos das crianças - mesmo quando não aparentarem estar sujo -, evitar aglomerações de pessoas e ambientes fechados, principalmente em época de epidemia, e evitar tocas os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies.

Sobe para 19 o número de mortes por gripe H1N1 em Mato Grosso este ano
Fonte: Querência em foco com G1/MT

Comentários

Deixe um comentário sobre esta notícia.