NOTÍCIA - Policial/Acidente

02 de setembro de 2014 | MENOR | MAIOR | |

GCCO prende dois assaltantes de banco com arsenal de armas, munições e dinheiro

GCCO prende dois assaltantes de banco com arsenal de armas, munições e dinheiro

Dois membros de uma quadrilha de roubo a bancos foram presos com um arsenal de armas, munições e dinheiro, pela Gerência de Combate ao Crime ao Crime Organizado (GCCO), nesta segunda-feira (01.09), em Cuiabá. Os suspeitos Notylian Paulo Barros, 29 anos, foi preso no bairro Santa Cruz II, e seu irmão Naislan Paulo Barros, 23 anos, no bairro Jardim Imperial.

Os dois têm mandado de prisão preventiva por tráfico de drogas, expedido pelo estado do Piauí, e Notylian responde também por crime roubo, em Cuiabá. As ordens foram cumpridas e os presos autuados ainda por posse irregular de arma de fogo de uso permitido e restrito e uso de documentos falsos.  

Na casa do foragido Notylian, investigadores do GCCO acompanhados do delegado Flávio Henrique Stringueta, encontraram cerca de R$ 20 mil, em dinheiro, aproximadamente 300 munições de diversos calibres, 1 submetralhadora 9 mm,  1 pistola 6.35, 1 revólver 357, 2 espingardas de pressão, 1 carabina 44, 1 pistola 45, 2 carregadores ponto 40, além de 6 relógios, celulares, 1 adaga, 1 canivete, lanterna, 2 notebooks, 1 colete balístico, documentos de terceiros, agenda, entre outros.  

Na casa de Naislan, os policiais apreenderam uma pistola 380. O preso se identificou com o nome falso de Paulo Miranda Oliveira, e seu irmão usava os nomes de Orlando Alencar Duarte Junior e Cleiton Santalin Trindade.

Conforme a delegada a delegada Cleibe Aparecida de Paula, a quadrilha é investigada no assalto a agência do Santander, do Distrito Industrial, ocorrido no 23 de novembro de 2012. Na ocasião, três homens entraram no banco se passando por clientes, renderam os vigilantes e os caixas do andar superior e de posse de arma de fogo, subtraíram mais de R$ 100 mil.

O bando fugiu levando, além do dinheiro, um Corsa Classic e uma motocicleta de um funcionário, que na época foram localizados nas imediações.

A delegada explicou que em maio deste ano, a Polícia Civil conseguiu identificar os três assaltantes e um deles, Notylian Paulo Barros, foi reconhecido com absoluta certeza por dois funcionários. O assaltante teve mandado de prisão preventiva por roubo majorado, mediante emprego de arma de fogo e concurso de pessoa.

Os irmãos mato-grossenses tiveram a prisão preventiva decretada pelo 7ª Vara Criminal de Teresina, no Piauí, por envolvimento com uma forte organização criminosa que atuava no tráfico de drogas, na comercialização de armas, receptação, lavagem de dinheiro e homicídios, praticados naquele estado. Em 2013, 29 membros da organização tiveram mandados de prisão decretados pela Justiça piauiense, sendo dois deles os irmãos Notylian e Naislan.

Os irmãos compravam droga no Bolívia e se encarregavam de fazer a entrega no Piaui. "Aqui temos informações que eles agiam em roubos a estabelecimentos. Temos outros inquéritos com mesmo 'modus operandis', que agora vamos investigar e se são identificados nesses assaltos a instituições financeiras", declarou a delegada Cleibe Aparecida.

 

GCCO prende dois assaltantes de banco com arsenal de armas, munições e dinheiro
Fonte: Querência em foco com Assessoria

Comentários

Deixe um comentário sobre esta notícia.