quinta-feira, agosto 18, 2022

Moscou receberá mais 100 ônibus elétricos em 2022 » Diário do Transporte

Morgostrans, estatal que opera as redes de ônibus convencionais e ônibus elétricos na capital russa, promete comprar os primeiros elétricos articulados

ALEXANDRE PELEGI

O número de linhas de ônibus elétricos na capital russa Moscou continua a aumentar. Hoje mais de 1.000 ônibus elétricos atendem 78 rotas na cidade.

Não muito tempo atrás, a capital russa recebeu 22 ônibus elétricos modernizados pela fabricante Kamaz, na SVARZ – fábrica de Reparação e Construção de Automóveis Sokolniki, uma filial da Empresa Estatal Mosgortrans.

Os modelos atualizados têm número de rota mais visível, as portas abrem mais rápido. Além disso, os elétricos são equipados com aquecedor e revestimento de piso de longa duração. A reserva de energia foi aumentada para 90 km.

Em julho deste ano, os 22 elétricos assumiram quatro rotas após a abertura do parque de ônibus elétricos Krasnaya Pakhra, local com área de mais de 20 mil metros quadrados e que reúne a maior frota da Europa.

A Morgostrans é uma estatal que opera redes de ônibus convencionais e ônibus elétricos em Moscou.

A oficina para a produção de ônibus elétricos da SVARZ foi concebida em 2019, com o principal objetivo de reduzir o tempo de montagem, entrega, manutenção do transporte e economizar na logística.

A modernização das instalações de produção da SVARZ ficou com uma área de sete mil metros quadrados . As instalações de produção criadas são projetadas para a montagem de até 600 ônibus elétricos por ano, diz a Mosgortrans.

No total, os ônibus elétricos da região conhecida como Nova Moscou percorreram mais de 60 mil km e transportaram mais de 30 mil passageiros.

NOVOS ÔNIBUS

Ainda este ano, de acordo com o CEO da Mosgortrans, Nikolay Asaul, Moscou receberá 100 novos ônibus elétricos.

“A Mosgortrans está substituindo gradualmente os ônibus a diesel pelos elétricos. Assim, Moscou planeja até final do ano receber 100 ônibus elétricos e comprar os primeiros ônibus elétricos articulados. Gostaríamos de atingir nosso volume anual padrão – receber cerca de 600 ônibus elétricos no próximo ano”, disse o CEO.

Atualmente a estatal que gerencia os transpores conta com sete filiais operacionais, 23 sites operacionais, 26 mil funcionários, sendo cerca de 14 mil motoristas com idade média de 45 anos e 6,5 anos de experiência profissional.

A Mosgotrans é a responsável pelo transporte de três milhões de passageiros em cerca de 700 rotas, incluindo 78 rotas com ônibus elétricos, 16 rotas noturnas e 16 expressas.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

FONTE: diariodotransporte

DESTAQUES

RelacionadoPostagens