Querência – MT – 27 de fevereiro de 2024

PF deflagra operação NON MATRI contra abuso sexual infantil, em Paraty/RJ — Português (Brasil)


Angra dos Reis/RJ – Na manhã desta quinta-feira, 05/01, a Polícia Federal deflagrou a operação NON MATRI, com o objetivo de combater abusos sexuais infantis cometidos por um homem e uma mulher contra seus próprios filhos, no município de Paraty/RJ.

As investigações foram iniciadas a partir de informações repassadas pela Agência da União Europeia para a Cooperação Policial (EUROPOL) ao Serviço de Repressão a Crimes de Ódio e Pornografia Infantil da Polícia Federal (Sercopi/PF). Os policiais federais apuraram vídeos divulgados no exterior de abusos sexuais cometidos contra crianças que seriam brasileiras. A Polícia Federal identificou a mãe e as vítimas, todos moradores de Paraty/RJ, onde os crimes ocorriam.

Uma equipe da Delegacia de Polícia Federal em Angra dos Reis (DPF/ARS) cumpriu dois mandados de prisão contra a mulher e o homem suspeitos de abusar sexualmente das crianças e divulgar as cenas dos abusos na internet, além de dois mandados de busca e apreensão deferidos pela Justiça Federal.

Os dois mandados de prisão foram cumpridos. Pai e mãe presos por abusar das próprias filhas de 6 anos e 1 ano e 3 meses. Durante a ação foram apreendidos quatro celulares, câmera filmadora e equipamento de filmagem.

Os presos responderão pelos crimes de estupro de vulnerável e compartilhamento e armazenamento de pornografia infantil, do Estatuto da Criança e do Adolescente. Caso sejam condenados, eles podem pegar pena máxima de 25 anos.

O nome da operação, “Non Matri”, significa “não é mãe” em latim.

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro
scs.srrj@pf.gov.br | www.gov.br/pf
(21) 2203-4404 / 4405 / 4406 / 4407





Policia Federal

Últimas notícias

Gostou? então compartilhe!