Querência – MT – 22 de fevereiro de 2024

Prefeitura de SP pede suspensão do Uber Moto após anuncio do serviço


Desde o início da manhã, agentes do 18º BPM (Jacarepaguá), do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) e do Batalhão de Ações com Cães (BAC) realizam uma operação na Cidade de Deus
Reprodução 05/01/23

Desde o início da manhã, agentes do 18º BPM (Jacarepaguá), do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) e do Batalhão de Ações com Cães (BAC) realizam uma operação na Cidade de Deus

Um catador de recicláveis foi morto a tiros, nesta quinta-feira (5), após policiais militares terem confundido um pedaço de madeira que ele segurava com um fuzil, durante uma operação na Cidade de Deus, Zona Oeste. Segundo a Polícia Militar, uma equipe do 18º BPM (Jacarepagua) se deparou com o homem portando o que aparentava ser a arma com uma bandoleira e atiraram. Dierson Gomes da Silva, de 51 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

O caso aconteceu na localidade conhecida como Pantanal e, segundo moradores, a vítima, conhecida como ‘Lord’, estava no quintal de casa e segurava um pedaço de madeira quando foi baleada. Ainda segundo os relatos, Dierson vivia sozinho e tinha deficiência mental. A área foi isolada e a Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) realizou uma perícia no local.

O corpo do catador foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). O comando da PM instaurou um procedimento apuratório para “averiguar as circunstâncias que vitimaram fatalmente” o homem e afirmou que “colabora integralmente com as investigações da Polícia Civil”. As armas dos militares envolvidos no caso serão apresentadas à perícia. A Polícia Civil informou que os agentes estão sendo ouvidos, bem como testemunhas, e que diligências estão em andamento para esclarecer os fatos.

A operação na Cidade de Deus começou no início da manhã, com o objetivo de prender criminosos que atuam no crime organizado daquela localidade, que é dominada pelo Comando Vermelho, e praticam diversos roubos na região, além de apreender armas de fogo e recuperar veículos roubados. Na ação, os PMs foram atacadas a tiros e houve confronto em vários pontos da comunidade. Até o momento, as equipes prenderam dois homens com grande quantidade de rádios transmissores e um fuzil calibre 5,56.

Barricadas instaladas em ruas da comunidade foram removidas. Por conta da operação policial, a Clínica da Família José Neves acionou o protocolo de acesso mais seguro e, para segurança de profissionais e usuários, interrompeu o funcionamento nesta quinta-feira. Além disso, duas escolas da rede municipal na Cidade de Deus tiveram o funcionamento impactado. O ano letivo ainda não se iniciou, portanto as unidades estão abertas apenas para atendimento administrativo.

Leia a nota da Polícia Militar na íntegra:

“O comando da Corporação já instaurou um procedimento apuratório para averiguar as circunstâncias que vitimaram fatalmente um homem na Comunidade Cidade de Deus, na Zona Oeste da Cidade do Rio.

Desde o início da manhã desta quinta-feira (5/1), equipes do 18º BPM (Jacarepaguá), com o apoio do Comando de Operações Especiais (COE) – através do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) e do Batalhão de Ações com Cães (BAC) – realizam uma operação na Comunidade Cidade de Deus. Dentre os objetivos, a prisão de criminosos que atuam no crime organizado daquela localidade e praticam diversos roubos na região, além de também apreender armas de fogo e recuperar veículos roubados.

Durante as ações, os policiais foram atacados a tiros em diversos pontos da comunidade e equipes do BOPE apreenderam um fuzil calibre 5,56.

De acordo com policiais do 18º BPM, uma equipe da unidade se deslocava pela localidade do Pantanal, uma área historicamente conflagrada, quando se deparou com um homem conduzindo o que aparentava ser um fuzil, pendurado em uma bandoleira. Os policiais efetuaram disparos e o atingiram. O ferido não resistiu. A área foi isolada e a Delegacia de Homicídios da Capital foi acionada para a perícia.

Além do procedimento interno instaurado, a SEPM colabora integralmente com as investigações da Polícia Civil. Os policiais serão identificados e as armas apresentadas à perícia.”

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Nacional





Lapada Lapada

Últimas notícias

Gostou? então compartilhe!