Querência – MT – 22 de fevereiro de 2024

Operação da Polícia Civil na região de Juruena cumpre 12 mandados contra organização criminosa – rss


A Polícia Civil deflagrou nesta quarta-feira (15.02), em Cotriguaçu e Juruena, a Operação Downfall para cumprimento de 12 ordens judiciais de prisão e de buscas e apreensões contra integrantes de uma organização criminosa envolvida com o tráfico de drogas na região.Sete suspeitos foram presos em flagrante e um por mandado de prisão.

Um dos alvos de operação, que liderava o tráfico em quatro cidades da região noroeste e estava com a prisão decretada pela Justiça, reagiu à abordagem policial e foi a óbito. 

Outro criminoso, de 20 anos, também identificado como líder do tráfico na região foi preso preventivamente na cidade de Juruena.

Durante ações de buscas e apreensão, outros seis suspeitos foram detidos em flagrante, também em Juruena, pelos crimes de tráfico de entorpecentes e posse ilegal de arma de fogo.

Na cidade de Cotriguaçu, um integrante da facção, de 20 anos, foi preso em flagrante durante buscas judiciais. Com ele, os policiais apreenderam drogas e duas armas de fogo de calibres 44 e 22. Contra outros três alvos da operação foram cumpridas buscas e apreendidos celulares.

Apuração

A investigação da Delegacia de Juruena, que embasou a operação Downfall, apontou que o traficante Railton Neves, de 30 anos, conhecido pelo apelido de ‘Mata Rindo’, liderava a distribuição de drogas na região, sendo responsável pelo abastecimento dos entorpecentes vendidos nas cidades de Juuena, Colniza, Cotriguaçu e Aripuanã. Além disso, os policiais identificaram um grupo, ligado à facção, que agia na venda de drogas.

Durante o cumprimento do mandado de prisão preventiva do criminoso, na cidade de Cotriguaçu,
Railton reagiu à abordagem. Os policiais civis entraram na residência, no Jardim Primavera e o investigado surgiu na sala da casa, armado e ao ver um dos investigadores, fez menção de disparar. Um dos policiais fez um disparo na intenção de proteger o outro colega e cessar a ameaça do criminoso, que foi socorrido ao hospital da cidade na sequência.

Em buscas na casa, as equipes policiais apreenderam dois aparelhos celulares, dinheiro em espécie, uma arma de fogo que o suspeito portava, porções de pasta base de cocaína dez cestas básicas, que seriam distribuídas a moradores, com o intuito de atrair a confiança dessas pessoas, para que não delatem as ações do grupo criminoso.

O delegado de Juruena e Cotriguaçu, Mateus Reiners, aponta que a intenção da operação é reunir outros materiais probatórios que possam chegar à responsabilização criminal dos demais integrantes do grupo e impedir o crescimento do tráfico de drogas na região, que acaba fomentando outros delitos tão graves quanto, como homicídios, torturas, roubos e corrupção de menores.

A operação contou com apoio da Delegacia Regional de Juína. 



GOV

Últimas notícias

Gostou? então compartilhe!