Querência – MT – 24 de maio de 2024

Conheça os enredos das escolas de samba de SP que desfilam hoje


No primeiro dia de desfiles das escolas de samba no Carnaval São Paulo em 2023, os amantes do samba vão ouvir enredos que exaltam a resistência negra, os indígenas, às mulheres e o próprio samba. A primeira noite do Grupo Especial acontece no Sambódromo do Anhembi nesta sexta-feira (17). 

Após o desfile das velhas-guardas de São Paulo, a primeira escola de samba a desfilar no Sambódromo do Anhembi é a Independente Tricolor. A previsão é que a escola entre na passarela do samba às 23h15 com o enredo “Samba no pé, lança na mão, isso é uma invasão!”

O samba-enredo vai ser entoado por Pê Santana e Lico Monteiro. O tema usa referências da mitologia e traça um paralelo com a realidade. Segundo a escola, o enredo é uma alusão à estratégia para vencer batalhas, partindo da vitória grega sobre os troianos, e à conquista de espaços, uma referência ao retorno da escola ao Grupo Especial em 2023.

Assinam a obra que vai embalar o desfile da Independente Tricolor os compositores Maradona, André Diniz, Evandro Bocão e Marcelo Valência.

Veja a letra completa do enredo.

Acadêmicos do Tatuapé

A segunda escola a entrar na avenida é a Acadêmicos do Tatuapé, que vai apresentar uma homenagem à cidade de Paraty, no litoral do Rio de Janeiro.

A cidade da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), da arquitetura colonial, do Caminho do Ouro, da natureza exuberante,  Patrimônio da Humanidade, da gastronomia criativa, dos caiçaras, indígenas e quilombolas é, também, do carnaval paulistano.

Com o tema Tatuapé Canta Paraty! Do Caminho do Ouro à Economia Azul. Patrimônio Mundial, Cultura e Biodiversidade. Paraty Cidade Criativa da Gastronomia, o intérprete Celsinho Mody canta o enredo dos compositores Fabiano Tennor, Henrique Silva, Magoo e Kuka Monteiro.

Veja a letra completa do samba

Barroca Zona Sul

Terceira escola a desfilar, a Barroca Zona Sul leva para a avenida o enredo Guaicurus. O tema da verde e rosa vai contar a história da tribo indígena homônima no Pantanal brasileiro.

Historicamente, os guaicurus habitaram os estados do Mato Grosso do Sul, Goiás e a região do Chaco paraguaio. O espírito guerreiro é a marca deste povo indígena.

Os compositores são Thiago Meiners, Claudio Mattos, Sukata, Morganti, Tubino, André Mattos, Thiago Savanna, Wilson Mineiro, Julio Alves, Rodrigo Alves, Silvio Ribeirinho, Fernando Negão e Pixulé, que também é o intérprete do samba.

Leia a letra completa do enredo

Unidos de Vila Maria

A Unidos de Vila Maria entra no desfile em 2023 com o samba-enredo que faz referências a desfiles antigos, ao bairro e à própria história. O samba Vila Maria. Minha Origem. Minha Essência. Minha História! Fonte de Amor Muito Além do Carnaval é assinada por Alemão do Pandeiro, Paulo Senna, Anderson Magrão e Tadeu Gomes e será interpretada por Wander Pires.

Conheça a letra completa do enredo

Rosas de Ouro

Kindala! Que o amanhã não seja só um ontem com um novo nome é assim que em 2023, a Rosas de Ouro faz coro à busca por respeito e igualdade racial. A resistência negra através dos tempos vai ser retratada em um manifesto racial no sambódromo do Anhembi.

A proposta do samba-enredo é mostrar desde a ancestralidade até os dias de hoje, e para agregar algo atual, foi inserida a frase “que o amanhã não seja só um ontem com um novo nome”, que é uma referência à música AmarElo, do Emicida. O samba tem composição de Arlindo Cruz, Fabiano Sorriso, Pedrinho Sem Braço, Paulinho Sampagode e Osmar Costa e será interpretado por Royce do Cavaco.

Veja a letra completa do enredo

Tom Maior

A Tom Maior leva para o sambódromo este ano Um Culto às Mães Pretas Ancestrais que aborda o maternar espiritual, através dos pilares: criação, ensinamento, guia, força, respeito e devoção. Os compositores que falam desse amor são Gui Cruz, Turko, Portuga, Rafa do Cavaco, Vitor Gabriel, Fabio Souza, Imperial, Junior Fionda, Willian Tadeu e Anderson. O samba-enredo será interpretado por Gilsinho.

Veja aqui o samba-enredo da Tom Maior

Gaviões da Fiel

E a escola que vai fechar o primeiro dia de desfiles, já ao amanhecer, é a Gaviões da Fiel, com o samba-enredo Em Nome do Pai, dos Filhos, dos Espíritos e dos Santos… Amém!. O enredo fala sobre a edificação da humanidade através da fé e propõe uma reflexão sobre a intolerância religiosa.

Os compositores são Araken, Fabinho do Cavaco, Armênio Poesia, Nando do Cavaco, Bruno Jaú, Maestro Jota IlhaBela, Sebastian e A. Filosofia e o intérprete é Ernesto Teixeira.

Veja aqui o samba-enredo da Gaviões da Fiel

Desfile do Grupo Especial

17 de fevereiro, sexta-feira

20h30 – Desfile das velhas-guardas de São Paulo

23h15 – Independente Tricolor

00h20 – Acadêmicos do Tatuapé

01h25 – Barroca Zona Sul

02h30 – Unidos de Vila Maria

03h35 – Rosas de Ouro

04h40 – Tom Maior

05h45 – Gaviões da Fiel



agenciabrasil

Últimas notícias

Gostou? então compartilhe!