Querência – MT – 27 de fevereiro de 2024

Terra indígena é atingida por temporais no litoral norte de São Paulo


A Articulação dos Povos Indígenas da Região Sudeste (ArpinSudeste) lançou um alerta para a situação dos indígenas que vivem no litoral norte de São Paulo, em especial os que habitam a Terra Indígena Ribeirão Silveira, localizada no município de São Sebastião, atingido por fortes chuvas nos últimos dias.

O alerta, publicado ontem (20) e assinado em conjunto com a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), pede atenção de órgãos do governo federal ligados aos indígenas para que as famílias que vivem no local recebam todo o apoio necessário.

“Solicitamos atenção e a visita do Ministério dos Povos Indígenas, da Fundação Nacional dos Povos Indígenas e da Secretaria Especial de Saúde Indígena para que as mais de 500 famílias que vivem na região não fiquem desatendidas neste momento de calamidade pública”, diz o alerta.

Doações

A Terra Indígena Ribeirão Silveira possui cinco aldeias e é habitada por cerca de 500 famílias das etnias Guarani, Guarani Mbya e Guarani Ñandeva; e também tem incidência nos municípios de Bertioga e Salesópolis. Segundo o alerta, as aldeias mais afetadas estão aceitando apoio via pix pelo CPF do cacique Adolfo Timotio: 133.346.368-52. O cacique reside na aldeia indígena Guarani Rio Silveiras.

O alerta ainda chama atenção para as fortes chuvas na região, que já causaram deslizamentos de terra e interrupção de serviços de luz, acesso a água potável e bloqueio estradas.

Mortos

De acordo com o governo de São Paulo, até o momento 46 pessoas morreram em decorrência dos temporais que atingiram o litoral norte do estado neste fim de semana. Foram confirmados 45 óbitos no município de São Sebastião e um em Ubatuba.



agenciabrasil

Últimas notícias

Gostou? então compartilhe!