Querência – MT – 27 de fevereiro de 2024

Turista de Juiz de Fora morre afogada na praia de Copacabana


O mar agitado, de ressaca, com ondas que variam entre 2,5 e 2 metros de altura está dando muito trabalho aos homens do Grupamento Marítimo de Salvamento (G-Mar) em toda  orla do Rio de Janeiro.

Hoje cedo, por volta das 7h40, de acordo com o Corpo de Bombeiros, uma turista que veio de Juiz de Fora, com um grupo de amigas, acabou se afogando na praia de Copacabana, zona sul da cidade.

Karina Amaro, de 33 anos, estava no mar com duas amigas e acabou sendo arrastada pelas fortes ondas e  retirada da água por uma equipe de guarda-vidas. Eles realizaram os primeiros socorros na areia e fizeram massagem para reanimá-la e retirar água dos pulmões da vítima. Em seguida, a levaram em estado grave para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, zona sul, mas Karina não resistiu e acabou morrendo.

Desde o final de semana, os guarda-vidas já retiraram do mar mais de 600 banhistas que estavam se afogando. Apesar da bandeira vermelha em toda a orla, que indica mar perigoso, muita gente se arrisca a entrar no mar e acaba sendo arrastada pelas valas e correntes.

A orientação do Grupamento Marítimo de Salvamento é que as pessoas evitem entrar no mar durante o dia de hoje, devido às valas e correntes marítimas. Os guarda-vidas usam um apito para retirar os banhistas que insistem em entrar na água. O sol forte e a temperatura em torno dos 36º C fez com que as praias do Leme, na zona sul,  ao Recreio dos Bandeirantes, no outro extremo da cidade, ficassem superlotadas.



agenciabrasil

Últimas notícias

Gostou? então compartilhe!