Querência – MT – 28 de maio de 2024

Judô: Ketleyn Quadros garante ouro em Grand Slam na Turquia


O Brasil voltou a ocupar o lugar mais alto do pódio no segundo dia de disputas do Grand Slam de Judô de Antália (Turquia), pois Ketleyn Quadros conquistou o ouro neste sábado (1) na categoria meio-médio feminina (63 kg). No primeiro dia de competições, Rafaela Silva foi campeã na categoria 57 kg.

O título da brasileira, no último compromisso antes do Mundial (principal competição da modalidade depois da Olimpíada), veio com um triunfo sobre a israelense Inbal Shemesh com um ippon no último segundo de luta.

Para chegar ao combate pelo título, Ketleyn Quadros superou antes a australiana Maeve Coughlan, a romena Florentina Ivanescu, a portuguesa Barbara Timo e a canadense Catherine Beauchemin-Pinard.

“Essa medalha é muito importante para o meu processo olímpico e, principalmente, para nossa preparação para o Campeonato Mundial. Serve de motivação para os próximos desafios”, declarou a brasileira, que iniciou a competição ocupando a 8ª posição do ranking mundial e que, com os mil pontos alcançados na Turquia, deve ser uma das cabeças de chave do Mundial.

Jogos Olímpicos de Paris

O judô é a modalidade que mais garantiu medalhas ao Brasil na história dos Jogos Olímpicos: 23 pódios. A equipe brasileira tenta garantir representantes em cada uma das 14 categorias individuais, além do torneio por equipes. A melhor posição no ranking mundial serve de referência para a Federação Internacional de Judô (IJF, na sigla em inglês) distribuir vagas para os Jogos de 2024, que serão disputados em Paris.

O Grand Slam de Judô de Antália é uma das 18 etapas do Circuito Mundial de judô. Na busca por uma vaga para os Jogos de Paris (186 para homens e outras 186 para mulheres) são contabilizados os pontos conquistados entre julho de 2022 e junho de 2024.

Programação:

Domingo (2):

Preliminares: 2h

Finais: 11h

Atletas: Beatriz Souza (+78kg), Rafael Macedo (90kg), Giovani Ferreira (90kg), Leonardo Gonçalves (100kg), Rafael Buzacarini (100kg), Rafael Silva (+100kg) e João Cesarino (+100kg).





Agencia Brasil

Últimas notícias

Gostou? então compartilhe!